Carregando...
Educação BásicaNotícias

1º Conabe chega ao fim após 33 horas de debates

Com 33 horas de debates, conferências, simpósios e mais de 200 participantes, chegou a fim nesta sexta-feira, 25, a 1ª Conferência Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências Científicas (CONABE). O tema foi “A Política Nacional de Alfabetização e o Estado da Arte das Pesquisas sobre Alfabetização, Literacia e Numeracia”. As discussões realizadas auxiliarão na produção do Relatório Nacional de Alfabetização Baseada em Evidências (Renabe), previsto para o ano que vem, que por sua vez faz parte das ações de implementação da Política Nacional de Alfabetização (PNA), instituída pelo governo federal em abril. 

A expectativa do Ministério da Educação (MEC) é melhorar a qualidade da alfabetização em todo território nacional com base em evidências científicas, a exemplo do que ocorre no Reino Unido, Estados Unidos e França. Segundo os resultados da Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA) de 2016, 54,73% dos alunos possuem níveis insuficientes de leitura, 33,95% de escrita e 54,46% de matemática. Os resultados nos aproximam de países como Argélia e República Dominicana, bem aquém dos índices obtidos por Singapura ou Canadá, por exemplo, que encabeçam a lista. (PNA, 2019, p. 12). 

O PNA também objetiva permitir que o Brasil alcance as metas 5 e 9 no PNE, respectivamente, “alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do 3º ano do ensino fundamental e elevar a taxa de alfabetização da população com 15 anos ou mais para 93,5% até 2015 e, até o final da vigência da política, erradicar o analfabetismo absoluto e reduzir em 50% a taxa de analfabetismo funcional”. (Brasil, 2014). 

Carlos Francisco de Paula Nadalim, secretário de Alfabetização do MEC, leu um documento de apoio à PNA por parte de 12 especialistas de notório saber nas áreas de alfabetização, literacia e numeracia. “Trata-se de um importante passo para a melhoria da qualidade da alfabetização em todo o território nacional”, diz o texto. Segundo o secretário, “o Ministério da Educação está aberto à ciência, às evidências científicas. São elas que sustentam políticas públicas sólidas”. 

 

Fontes: 

Portal do Ministério da Educação (MEC).

Brasil. LEI Nº 13.005, DE 25 DE JUNHO DE 2014.

Brasil. PNA – Política Nacional de Alfabetização/Secretaria de Alfabetização – MEC/SEALF, 2019. 

 

Acompanhe mais informações sobre a educação brasileira em nosso site: https://www.2em1consultoria.com.br/noticias/

Em nosso instagram e na página do facebook:

https://www.instagram.com/2em1consultoria/

https://www.facebook.com/2em1consultoria/

Marcado #comissão, #educacaobasica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *