Carregando...
Educação SuperiorIntergeracionalidadeInternacionalizaçãoNotícias

3º Encontro Rede Internacional Gerontologia – Online

Envelhecimento e Pandemia são Temas de Debate Internacional.

“Cuidados à Pessoa Idosa em Tempos de Pandemia”,  foi o tema central do 3º encontro da Rede Internacional de Estudos em Gerontologia realizado nesta sexta-feira (30), de forma online. Participantes do Brasil, América Central, América do Sul e Europa, debateram ações que visam a melhoria de vida de nossos idosos.

O encontro aconteceu dentro do 14º Congresso Internacional da Rede Vida. Professores Italianos destacam a segunda onda do corona vírus na Europa. A representante da Rede GERONTO, professora Suzana Funghetto, uma das mediadoras do encontro, questionou os professores sobre a gravidade da segunda onda da COVID-19, na Europa.

Segundo Andrea Fabbo (Coordinatore Programma Regionale Demenze, Itália), “sabemos a força da onda, mais acredito que ainda não aprendemos a lidar com esse vírus”, buscamos ainda entender como podemos nos defender”.  A grande preocupação é a busca por leitos, errar menos, já que poderíamos de feito mais deste o início da pandemia” afirmou Fabbo.

Os participantes debatam temas como: “Do presencial ao virtual na pandemia – uma experiência com idosos. – Hábitos de vida e consumo de alimentos pós pandemia de Covid-19, – Religiosidade, envelhecimento, fé e pandemia: Cuidados e nova metodologias foram os assuntos centrais do encontro.”

De acordo a prof.ª Suzana Funghetto, “o maior desafio é buscar formas para alcançar melhor qualidade de vida e trabalho para nossos idosos. Hoje, as maiores preocupações é como manter alimentação saudável, exercícios físicos, sanidade mental, onde idosos são submetidos com maior rigor as regras de isolamento e distanciamento social”.

Já o mediador professor Alcindo Ferla (UFRGS, Rede Unida), destacou que, “na Itália as políticas públicas estão mais estruturadas com cuidados maiores aos idosos”. No entanto, Ferla alerta que, “no Brasil, houve uma aceleração do envelhecimento nos últimos 50 anos, acontece que ela não veio acompanhada das políticas públicas necessárias, e as experiências são quase que exclusivamente das Universalidades e não estão ligadas ao cotidiano das pessoas”, disse ele. Marcus Cavalcante (Faculdade Domínio) também participou como mediador.

Participaram do evento, gestores e professores de instituições de educação superior do Brasil e da Itália, pesquisadores de serviços de saúde e profissionais da área. Também marcaram presença, pesquisadores sediados na Austrália, Itália, Bélgica, Argentina e Brasil, bem como estudantes e professores de escola privadas e públicas do Brasil e associações de idosos.

Próximo evento ocorrera na Itália em fevereiro de 2021 nas Universidades de Bolonha e Parma.

Fonte: 2 em 1 Comunicação e Educação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *