Carregando...
Educação SuperiorNotícias

Deputados pedem novos cursos de Medicina e mais vagas em universidades públicas

Em audiência pública nas comissões de Educação e de Seguridade Social e Família nesta quinta-feira (13) sobre o Programa Mais Médicos, o deputado Zeca Dirceu (PT-PR) defendeu a liberdade para a criação de novos cursos de Medicina.

O Ministério da Educação suspendeu por cinco anos os pedidos de abertura de novos cursos de Medicina no país. A medida foi decretada no ano passado, no governo de Michel Temer.

Secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação, Ataíde Alves informou que hoje há 336 escolas médicas no País. Segundo ele, existem 35,8 mil vagas nessas escolas, sendo 24,6 mil em faculdades privadas e 11,2 mil em universidades públicas.

Ministro da Saúde no governo Dilma Rousseff, o deputado Alexandre Padilha (PT-SP) criticou a criação excessiva de vagas em universidades privadas. Segundo ele, ao final do governo Dilma, foi paralisada a abertura de vagas em universidades públicas. “A lei dos Mais Médicos previu abertura de 11 mil vagas até 2017, o número foi superado com a criação de 13 mil vagas, mas 80% foram criadas sem seguir o critério do programa Mais Médicos, de priorizar vagas em universidades públicas”, apontou.

Fonte: Agência Câmara Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *