Carregando...
Notícias

Enem: Salas terão menos participantes que em outras edições

O número de participantes por sala de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 será menor do que em anos anteriores. A medida é uma das ações previstas para reduzir os riscos de contaminação pela COVID-19 durante os procedimentos relacionados ao exame. Essa e outras estratégias foram apresentadas no Encontro para Capacitação de Logística e Segurança do Enem 2020. O evento ocorreu nesta terça-feira, 27 de outubro, e contou com a participação de representantes das instituições envolvidas na operação para aplicação das provas na região Sudeste.

Pela primeira vez na história, o encontro foi realizado por videoconferência. A opção pela reunião remota também faz parte do planejamento estratégico para garantir a aplicação do Enem e, ao mesmo tempo, obedecer às medidas preventivas de combate ao novo coronavírus. A capacitação regional teve como objetivo informar os procedimentos acerca da operação logística e de segurança para a realização do exame, assim como alinhar os processos de acompanhamento e formação dos convênios celebrados com os estados.

Murillo Gameiro, diretor de Gestão e Planejamento do Inep, chamou a atenção para os cuidados que devem ser tomados, devido à crise sanitária global. “O ano de 2020 tem sido de grandes desafios, em função da pandemia. Tivemos de nos acostumar com o novo normal. Isso trouxe o isolamento e novas regras sociais. Nós, brasileiros, somos reconhecidamente calorosos. Agora precisamos lidar com o uso de máscara, do álcool em gel, com o isolamento e o distanciamento social. Isso trouxe uma preocupação maior. Tudo agrega dificuldades ao Enem, tanto impresso quanto digital”, disse.

Gameiro destacou ainda o fato de o Enem 2020 contar com cerca de 700 mil inscritos a mais, comparado à edição de 2019. Além disso, o diretor também alertou para o novo período de aplicação do exame, que conta, até então, com 1.729 municípios de prova. “Vamos implementar novas regras relativas às doenças infectocontagiosas e novos protocolos de biossegurança”, pontuou.

Com a redução do número de participantes por sala, a quantidade de locais de prova será aumentada para comportar todos os inscritos. Nesse sentido, outras medidas também serão tomadas para evitar intercorrências, entre elas, a definição de critérios técnicos de biossegurança baseados nas recomendações dos órgãos de saúde. Além disso, o Inep solicitará às equipes de segurança e às prefeituras que auxiliem nos procedimentos de acesso aos locais de prova, para evitar aglomerações. Entre as proposições, a autarquia também solicitou que estados e municípios evitem a concessão de outros eventos de grande porte no período de realização do exame, além de providenciar a infraestrutura necessária para garantir a presença dos participantes.

Cronograma – As provas da edição 2020 do Enem estão marcadas para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa) e 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital). Ao todo, são 5,6 milhões de inscritos. Durante o encontro desta terça, o coordenador-geral de Gestão e Monitoramento do Inep, Hélio Junio Rocha Morais, apresentou o panorama atual do cronograma da operação que envolve a aplicação do exame e destacou a importância de manter o evento de capacitação, mesmo diante das dificuldades. “A atividade de hoje ocorre desde 2011. É muito importante a integração das equipes que estão nos estados. Não podíamos deixar de manter essa atividade, que está prevista em nosso cronograma”, pontuou.

De acordo com Hélio, a 83 dias da aplicação do primeiro dia de prova do Enem impresso, não há registro de incidentes relevantes que possam comprometer o planejamento. Ainda segundo o coordenador-geral, o cronograma está sendo executado conforme o previsto.

Entre os procedimentos realizados, até então, estão a consolidação da base de inscritos e a conclusão das contratações, dos convênios e dos acordos de cooperação. As concepções e as adaptações das provas destinadas às pessoas com deficiência também já foram superadas, assim como as concepções dos materiais administrativos e instrutivos, que já estão prontos e foram encaminhados à gráfica contratada. No total, 1.999.621 (16,5%) provas já foram impressas. Ao todo, 68% (8.796) dos locais de prova já estão confirmados — a estimativa é que sejam cerca de 15 mil nesta edição. Todos os sistemas para controle e monitoramento da operação Enem 2020 também já foram preparados.

Antes da realização do exame, serão executadas ainda as capacitações das equipes de colaboradores e de certificadores, assim como o manuseio, o armazenamento e a distribuição das provas e materiais administrativos. Após a aplicação das provas, em termos de logística e segurança, ocorrerão as etapas de operação reversa, processamento e encerramento.

Enem – Realizado anualmente pelo Inep desde 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar ao final da educação básica. A estrutura do exame conta com uma redação e 45 questões em cada prova das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Fonte: INEP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *