Carregando...

Intolerância, racismo – o papel das instituições



2 em 1 em sua Casa discute Racismo e Intolerância.

Sentimentos como angústia e impaciência passam a fazer parte de nosso dia a dia em tempos de isolamento social e outras restrições em função da pandemia do coronavirus. Mas um outro grave tema que atinge pessoas do mundo todo, em especial o Brasil, parece não sair nunca do enredo. É o racismo, ato recorrente no país, onde 56% da população é considerada negra. Com o objetivo de debater essa questão, a 2 em 1 Comunicação e Educação, realiza no dia (09), Seminário “A intolerância e o racismo – o papel das instituições”, dentro do Projeto 2 em 1 em sua Casa.

A ideia é discutir o tema sobre diferentes perspectivas, em que, os participantes colocam suas opiniões sobre: conceito e formas de racismo; de intolerância, além das medidas para mudar esse quadro. O foco é que todos relatem suas experiências e opiniões.

O crime de racismo é inafiançável e imprescritível. Há 31 anos, a Lei Cao, contra o racismo, define a punição para “os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”. O Código Penal Brasileiro, prevê até três anos de reclusão, multa, além de pena correspondente a violência, para quem cometê-la.

A Constituição Federal de 1988, define ainda que, “constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação”.

Para debater tudo isso, a professora Suzana Funghetto, CEO da 2 em 1 Comunicação e Educação, convidou três pessoas atuantes e relevantes, com participação direta no tema. São eles:

Déo Garcez: Ator de teatro, TV e cinema, Bacharel em interpretação teatral

Tarcizo Nascimento: Advogado – Mestre em Direito Especialista em Direito e Gestão Educacional

João Jorge Santos Rodrigues, Mestre em Direito Público pela UnB, Presidente do Olodum.

O evento será transmitido pela canal do Youtube da 2 em 1 Comunicação e Educação às 19h.

 

Suzana Schwerz Funghetto

Graduada em Educação Especial e Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria. Doutora pelo Programa de Pós-graduação Stricto Sensu de Ciências e Tecnologias da Saúde da Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em educação especial, educação superior, avaliação, educação em saúde, acessibilidade, escolas de governo e formação de professores. Atuou no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira- INEP, como Coordenadora- Geral de Avaliação dos Cursos de Graduação e IES. Diretora da 2 em 1 Comunicação e Educação.

 

 

Tarcizo Roberto do Nascimento

-Advogado. Possui Graduação em Direito pelo Centro Universitário do Distrito Federal – UDF (2009) -Especialização em Direito e Gestão Educacional pelo Instituto Latino Americano de Planejamento Educacional – ILAPE (2010) -Mestrado em Direito, Relações Internacionais e Desenvolvimento pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás – PUC (2015 -Professor de Direito Educacional. Membro da ABRADE – Associação Brasileira de Direito Educacional.

 

 

 

Deo Garcez

Ator de teatro, TV e cinema. Bacharel em interpretação teatral e licenciado em teatro. Recebeu o Troféu Raça Negra de Melhor Ator em 2007. Garcez é autor do espetáculo “Luiz Gama – Uma voz pela liberdade”, no qual faz o próprio Luiz Gama. O ator é membro da Comissão Estadual da Verdade da Escravidão Negra – OAB – RJ e da Comissão da Verdade da Escravidão Negra do Estado do Maranhão – OAB – MA.

 

João Jorge Santos Rodrigues

-Presidente do Olodum, Mestre em Direito Público pela UnB, Ex-Diretor da fundação Gregório de Mattos, Produtor cultural, poeta e escritor, colunista do Jornal A Tarde. Um dos fundadores e idealizador do SOS RACISMO – Bahia em 1990 após a visita de Harlem Désir, (primeiro secretário-geral mestiço do partido socialista Francês, e fundador da ONG SOS Racismo em 1984), a Bahia. Articulador da luta por políticas de ação afirmativa em Salvador através da campanha de “reparação já “no âmbito municipal por mais políticas de ações afirmativas para os afrodescendentes.

Data

jul 09 2020

Tempo

19:00

Custo

GRÁTIS

Localização

Online
Categoria

Notícias Recentes

Receber Novidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *