Carregando...
ENEM

Inep garante recursos de acessibilidade inéditos

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 impresso que tiveram a solicitação de atendimento especializado aprovada devem ficar atentos às orientações para a realização do segundo dia das provas, neste domingo (24). Na edição de 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) recebeu mais de 52,5 mil solicitações de atendimento especializado. As solicitações ocorreram durante as inscrições.

Reafirmando o compromisso do Inep com a acessibilidade, a edição de 2020 conta com a disponibilização inédita de leitor de tela para pessoas com cegueira, surdocegueira, baixa visão ou visão monocular, além de três guias-intérpretes para atendimento ao participante surdocego. Estes e participantes autistas terão banca especial para correção de suas provas.

Entre os inscritos com direito a tempo adicional de 60 minutos estão as lactantes. As mães em período de amamentação deverão levar um acompanhante adulto, que ficará em sala reservada e será responsável pela guarda da criança. É importante lembrar que a participante não poderá entrar na sala de provas acompanhada do bebê, assim como o acompanhante também não poderá acessar a sala de aplicação com a criança, devendo cumprir, inclusive, as obrigações do edital que se referem à guarda de objetos. Durante a aplicação das provas, qualquer contato entre a participante lactante e o acompanhante deverá ser presenciado por um aplicador. Também não será permitida a entrada do lactente e do acompanhante após o fechamento dos portões, às 13h (horário de Brasília).

O tempo adicional de uma hora também vale para os participantes com transtornos funcionais específicos, como dislexia, discalculia e deficit de atenção. Já os inscritos que solicitaram atendimento para surdez ou deficiência auditiva e optaram pelo recurso de videoprova em Língua Brasileira de Sinais (Libras) poderão terminar o exame até duas horas após o encerramento da aplicação regular, ou seja, às 20h30.

Os materiais dos participantes com direito a levar seus próprios recursos de acessibilidade serão vistoriados pelo aplicador, respeitando os protocolos de proteção contra a COVID-19. Entre os itens estão máquinas de escrever em braile, lâmina overlay, reglete, punção, sorobã ou cubaritmo, caneta de ponta grossa, tiposcópio, assinador, óculos especiais, lupa, telelupa, luminária, tábuas de apoio, multiplano, plano inclinado e quaisquer outros materiais que se fizerem necessários. Não será necessária a vistoria de cão-guia, medidor de glicose, bomba de insulina, além de aparelhos auditivos ou implantes cocleares.

Doenças infectocontagiosas

Pessoas acometidas pela COVID-19 ou por outras doenças infectocontagiosas previstas nos editais do Enem 2020 podem solicitar a reaplicação das provas, agendada para 23 e 24 de fevereiro. Os pedidos devem ser feitos pela Página do Participante, de 25 a 29 de janeiro. São doenças infectocontagiosas para fins de solicitação da reaplicação: coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, varicela e COVID-19.

Confira as orientações para o exame

Acesse a Página do Participante

 

Fonte: Ministério da Educação
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *