Carregando...
AcessibilidadeAcessibilidadeEducaçãoEducação BásicaMECNotícias

MEC lança projeto-piloto Nordeste Conectado

As cidades de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) receberam, nesta terça-feira (21), o projeto-piloto do Programa de Inovação Educação Conectada no Nordeste, do Ministério da Educação (MEC). O objetivo da ação é instalar internet de alta qualidade e segurança para escolas públicas, com a melhor conexão na região.

O ministro da Educação, Victor Godoy, esteve nessas cidades e falou sobre o projeto. “Este é um projeto transformador. O MEC tem trabalhado nessa perspectiva de trazer tecnologia, inovação e conectividade para dentro das escolas. A tecnologia é uma aliada, especialmente neste momento em que estamos focando na aceleração da recuperação das aprendizagens no país”, destacou.

O programa integra as ações da Política de Inovação Educação Conectada, que é executada pela Secretaria de Educação Básica do MEC. Ele é executado em parceria com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). A proposta do projeto-piloto, para o qual o MEC destinou um investimento estimado em R$ 18 milhões, é entregar, além da conectividade, operação e manutenção da solução implantada e dos links de internet.

“Este projeto é bastante abrangente, pois ele não traz somente a conectividade, mas também oferece todo o entorno necessário para que isso traga benefícios para os estudantes. Então, os professores são capacitados. Não temos somente a entrega dos equipamentos, mas também a instalação e a manutenção por três anos. O MEC desenvolveu cursos na modalidade a distância para todos os docentes do país acessarem de maneira gratuita, entre eles, como utilizar a tecnologia como recurso pedagógico”, ressaltou o ministro durante o lançamento.

Atualmente, o projeto-piloto está sendo executado em 473 escolas urbanas, estaduais e municipais, distribuídas em seis cidades. São mais de 260 mil alunos e mais de 15 mil educadores atendidos, além da comunidade escolar que pode acessar à internet a partir da infraestrutura tecnológica disponível nas escolas e em seu entorno.

O Programa de Inovação Educação Conectada foi instituído por meio de decreto presidencial e busca apoiar a universalização do acesso à internet em alta velocidade e fomentar o uso pedagógico de tecnologias digitais na educação básica, por meio da conjugação de esforços entre órgãos e entidades da União, dos estados, do Distrito Federal, dos municípios, das escolas, do setor empresarial e da sociedade civil. Dada a importância do Programa para a melhoria da qualidade da educação básica no país, ele foi alçado à condição de política pública por meio da Lei nº 14.180, de 1º de julho de 2021. Dentre os vários programas de inovação apoiados por essa política, está o Nordeste Conectado, que permitiu a viabilidade do projeto-piloto.

 

FONTE: Assessoria de Comunicação do MEC com informações da SEB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *