Carregando...
Notícias

Saeb 2021 segue aplicação até 10 de dezembro

Ao todo, 19 unidades da Federação (UFs) iniciaram a aplicação censitária do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2021 até esta quinta-feira, 18 de novembro. São elas: Acre (AC), Alagoas (AL), Amapá (AP), Bahia (BA), Ceará (CE), Distrito Federal (DF), Espírito Santo (ES), Goiás (GO), Mato Grosso (MT), Pará (PA), Paraíba (PB), Piauí (PI), Paraná (PR), Rio Grande do Norte (RN), Rondônia (RO), Roraima (RR), Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC) e Tocantins (TO). As aplicações nos oito estados restantes começam na próxima segunda-feira, 22 de novembro.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realizará o Saeb 2021 em todas as UFs, até 10 de dezembro, conforme agendamento e cronograma preestabelecido. A distribuição das avaliações amostrais começou na última terça-feira (16).

Entenda a logística – Pela primeira vez, o Inep dividiu a logística de aplicação em dois eixos: censitário e amostral. Como os procedimentos para a aplicação censitária são mais ágeis, o Instituto iniciou os trabalhos com foco no grupo que realizará esse tipo de avaliação. A programação prioriza as regiões mais distantes e as localidades onde os Correios levam mais tempo para finalizar a entrega das provas e dos questionários.

São Paulo, por exemplo, será o último estado a receber a avaliação censitária, pelo fato de possibilitar uma logística mais rápida, tendo em vista que a gráfica responsável pelas impressões está localizada na capital paulista. Todo esse processo é monitorado diariamente pelo Inep, por meio de reuniões com os envolvidos: gráfica, Fundação Cesgranrio (instituição aplicadora) e Correios.

Saeb 2021 – Cerca de 70 mil escolas, distribuídas entre os 5.570 municípios brasileiros, participarão do Saeb neste ano. As escolas públicas (com mais de dez alunos) de 5º e 9º ano do ensino fundamental e de 3ª e 4ª série do ensino médio serão avaliadas em língua portuguesa e matemática. Essas mesmas etapas da educação básica terão avaliação em formato amostral, nas escolas privadas. Também serão aplicadas provas de língua portuguesa e matemática para o 2º ano do ensino fundamental em uma amostra de escolas públicas e particulares.

O Saeb ainda avaliará, de forma amostral, as áreas de ciências humanas e ciências da natureza no 9º ano do ensino fundamental, em escolas públicas e particulares. Nesta edição, a avaliação da educação infantil, que ocorreu de modo piloto em 2019, será amostral, por meio de questionários eletrônicos aplicados aos secretários municipais de Educação, diretores e professores dessa etapa. A estimativa é que mais de 6 milhões de alunos participem do Saeb em 2021.

Saeb – Realizado desde 1990 pelo Inep, o Sistema de Avaliação da Educação Básica é uma avaliação em larga escala que oferece subsídios para a elaboração, o monitoramento e o aprimoramento de políticas educacionais. O Saeb permite que os diversos níveis governamentais avaliem a qualidade da educação praticada no País, a partir de evidências.

Por meio de testes e questionários, a avaliação reflete os níveis de aprendizagem demonstrados pelo conjunto de estudantes. Esses níveis são descritos em escalas de proficiência para cada uma das áreas e etapas avaliadas. Os resultados de aprendizagem apurados no Saeb, juntamente com as taxas de aprovação, reprovação e abandono, aferidas no Censo Escolar, compõem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Confira a Portaria do Saeb 2021

Confira a Cartilha do Saeb 2021

Saiba mais sobre o Saeb

FONTE: Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações do Inep

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *